Dia Internacional dos Museus | 2017

17 a 19 de maio de 2017

O Dia Internacional dos Museus, criado pelo ICOM – Conselho Internacional de Museus, celebra-se anualmente a 18 de maio, através da organização de diversas atividades.

17 de maio | 17h30

Sessão de trabalho | Conferência com Álvaro Domingues

Álvaro Domingues (Melgaço, 1959) é geógrafo, doutorado em Geografia Humana pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 1994.
Investigador do Centro de Estudos de Arquitetura e Urbanismo da FAUP, tem desenvolvido uma atividade regular de investigação e publicação no âmbito de projetos com a Fundação Calouste Gulbenkian, com a Fundação Ciência e Tecnologia, com a CCDR-N, CCDR-C, com a Xunta da Galiza, com a Escola Técnica Superior de Arquitetura da Coruña, com a Erasmus University of Rotterdam-EURICUR, com o Club Ville Aménagement – Paris; com o CCCB, Barcelona, com a Universidade Técnica de Barcelona-Arquitetura, com a Universidade de Granada – Planeamento e Urbanismo, com as Universidade Federal de S. Paulo e do Rio de Janeiro-Brasil, com as Universidades do Minho e Coimbra, com os municípios de Guimarães e Porto, com a Ordem dos Arquitetos, com a Fundação de Serralves e a Fundação da Juventude, entre outros.

Ver também http://www.correiodoporto.pt/category/rua-da-estrada

 

18 de maio | 10h30; 14h30

PAISAJAR | Oficinas para crianças, jovens e adultos (Gratuitas)

Os segredos separam quem os sabe de quem os não sabe.

Que segredos se escondem para construir e viver nestas paisagens que vemos?

PAISAJAR: O QUE NÃO SE OUVE à primeira | O QUE NÃO SE CHEIRA de imediato| O QUE NÃO SE SABOREIA com a pressa | O QUE NÃO SE TOCA porque se estranha.

Lotação: 15 pessoas

Marcação prévia: 2 dias (48h00) | email: educativo@museudodouro.pt

 

18 de maio | 17h00

Inauguração da Exposição | Casa da Presegueda por Ricardo Raminhos

O Casal do Vale, situado na Presegueda, aldeia da freguesia de Vilarinho dos Freires (Peso da Régua), é composto por uma casa de habitação mobilada (Casa do Vale), casa dos caseiros, casa de lagar e armazém, cardenho e um pequena parcela de vinha em socalcos tradicionais (Vinha do Vale).A vontade da legatária, Irene Viana Pinto, além de perpetuar o nome da sua família, em particular o de seu pai, o médico Egídio Viana Pinto, era dar à região um local que permitisse aos visitantes conhecer in situ o modo de vida de uma família duriense de viticultores.
Com o intuito de dinamizar e valorizar este legado, o Museu do Douro, convidou o fotógrafo Ricardo Raminhos a captar a essência e particularidades de uma casa do século XIX e da sua envolvente.

 

19 de maio | 14h00 às 17h00

Rede de Museus do Douro: dizer o indizível?

A Rede de Museus do Douro associa-se ao Dia Internacional dos Museus promovendo uma tertúlia de reflexão intitulada “Rede de Museus do Douro: dizer o indizível?” dia 19 de maio às 14h00 no Museu do Douro. Neste encontro estará presente Teresa Mourão, da Direção Geral do Património Cultural, Dália Paulo, da Rede de Museus do Algarve e João Tomé Duarte, da Rede de Museus do Douro. A tertúlia será moderada por Agostinho Ribeiro, da Direção Regional de Cultura do Norte.


Participe e colabore na divulgação das atividades da MuD – Rede de Museus do Douro, partilhando o hashtag #DIMUD2017