Serviços


Os Serviços de Museologia são responsáveis pelo estudo, inventariação, conservação e divulgação do património da Região Demarcada do Douro. Na sua estrutura existem três unidades especializadas: a Museologia, a Conservação e Restauro e o Centro de Informação, que abrange o Arquivo e Biblioteca. 

 

 

Museologia

Museologia é responsável pelo estudo, inventariação, conservação e divulgação do vasto património duriense - móvel, imóvel ou imaterial. Nas suas principais atribuições enquadram-se a gestão das coleções do museu; a conceção e programação das exposições; a condução de investigação, organização de publicações e encontros científicos. No território providenciam apoio técnico na área da museologia e participam na programação de exposições com várias entidades da região. 

 

Conservação-restauro

Esta unidade é responsável pelas ações de conservação e restauro na coleção do museu, prestando em simultâneo apoio técnico na preservação do património cultural móvel da região. Para além das principais vertentes públicas, presta serviços de conservação-restauro e produz pareceres técnicos a entidades particulares.  

Podem ver-se alguns vídeos das ações de  Conservação-restauro.

 

Centro de Informação

O Centro de Informação do Museu do Douro abarca os serviços de Arquivo e Biblioteca, que funcionam de forma complementar e integrada. É um centro de documentação e informação especializado, essencialmente relacionada com a história da Região Demarcada do Douro e do Vinho do Porto.  

       

 

 

 

O Programa do Serviço Educativo do Museu do Douro tem como principal linha de atuação a criação de contextos criativos para a participação de crianças, adolescentes e jovens em atividades de educação, de conhecimento e de entretenimento que têm como base a paisagem que importa conhecer para cuidar.

 

 

A ação deste serviço articula atividades para diferentes tipos de público, destacando-se os projetos plurianuais e anuais com escolas, as oficinas sazonais, as rogas, os percursos pedestres e as visitas guiadas às exposições do Programa do Museu. Nestas diferentes vertentes, o serviço educativo estabelece pontes com outras instituições e pessoas e está aberto ao desenvolvimento de projetos de trabalho em comum nos diferentes lugares que formam este território.

Eu sou paisagem - é o modo de agir e pensar a educação nos lugares deste território

É um modo de construir o programa do Serviço Educativo do Museu do Douro. Aqui, aposta-se na criação de contextos de experimentação, com caráter de continuidade, para a participação de crianças, adolescentes, jovens, adultos e seniores em atividades de experiência e conhecimento que têm como base relações de experiência entre os indivíduos e as paisagens As questões do território e da paisagem, do corpo e do lugar são trabalhadas pela equipa do serviço educativo com os habitantes destes lugares em diálogo e tensão com diferentes linguagens e falas: do teatro à dança, do vídeo à imagem animada, da escrita à biologia, da geografia à literatura, da arquitetura paisagista ao cinema, da engenharia ao desenho, da fotografia ao som...

 

Eu sou paisagem é uma vontade e uma proposta de agir e pensar a educação nos lugares deste território.

No âmbito desta ação destacam-se os projetos plurianuais e anuais que configuram e dão coesão programática aos diferentes tipos de atividades desenvolvidas prioritariamente com as escolas, a par das atividades sazonais destinadas a diferentes públicos, nomeadamente as oficinas, as rogas e os percursos pedestres. Nestas diferentes vertentes, são estabelecidas pontes com outras instituições e pessoas, deixando em aberto a possibilidade de desenvolvimento de projetos de trabalho em comum nos diferentes lugares que formam este território. Complementar a esta ação, convém mencionar os diversificados programas de visitas guiadas às exposições do Museu, que permitem ao visitante e ao turista ter uma experiência diversificada.